quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Você pode sair e dizer "Sou uma mulher." Porém não basta ser só mulher.
Mulher é sentimento, é alma, ela é primeiramente interior e depois corpo... Pois os sentimentos do corpo, vem de dentro dela.
Então ela cuida do seu interno e externo. Entende como isso merece respeito e valorização? É muita coisa... E ela faz tudo isso de cabelos arrumados.
Ela é força e as vezes fraquezas, porém mais força. Ela é valente.
Não basta nascer mulher, temos que aprender e crescer para ser a Verdadeira mulher.

4 comentários:

Marcos Santana disse...

Profundo... Belo texto e blog ^^

Abraços,
Marcos

http://marcosilustra.blogspot.com

Marcos de Sousa disse...

Lindo texto. Adorei.

Beijos

Lego disse...

Lembrou essa música da Joyce. http://letras.terra.com.br/joyce/46707/

jeh disse...

Fico pensando em como essa valor de SER MULHER foi mudado com o tempo.
Tenho apenas 17 anos e vejo tantas mudanças... Isso é muito ruim!
O "ser mulher" não é mais visto como deve ser,hoje é uma coisa tão banal, tão esquecido.

Seu texto me fez lembrar a música "Lôra burra" do Gabriel o pensador.